.+

Mostrando postagens com marcador Ciencia e Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ciencia e Saúde. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Conheça o americano que se tornou o primeiro homem a viver sem coração




O norte-americano Craig Lewis, de 55 anos, se tornou o primeiro homem a viver sem o coração. Uma máquina o manteve vivo por cinco semanas. O aparelho era responsável por fazer com que o sangue ficasse em circulação contínua e não apresentasse pulsação, já que não havia batimentos cardíacos. A cirurgia foi realizada em março de 2011 – ele morreu em abril do mesmo ano – e virou um documentário chamado "Heart Stop Beating".

sábado, 22 de outubro de 2016

Arqueólogos comprovam existência da “terceira muralha” de Jerusalém




A Autoridade de Antiguidades de Israel exibiu nesta quinta-feira (20) as evidências claras da existência da Terceira Muralha de Jerusalém. O local foi destruído durante a invasão do exército romano durante a Primeira Guerra Judaico-Romana, entre 66 d.C. e 73 d.C. A queda da muralha ocorreu cerca de 70 anos após a morte do imperador Herodes.

Essa foi a primeira das três revoltas do povo judeu contra a dominação romana, ocorrida há cerca de dois mil anos, no período do segundo templo. A revelação, ironicamente, ocorre poucos dias após a UNESCO tentar eliminar “qualquer ligação” dos judeus com o monte do templo.

Os arqueólogos encontraram junto a vestígios da muralha, diversos projéteis de pedra que foram lançados por catapultas, além de uma ponta de lança e diferentes peças de artilharia romana utilizadas para derrubar o muro. Segundo o relato histórico, guardas judeus protegiam a cidade do alto de uma torre junto à esse muro.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Piso do Segundo Templo é reconstruído em Israel




Uma descoberta recente está animando estudiosos da Bíblia e da história de Israel, em especial aqueles que anseiam pela reconstrução do Templo no alto do Monte Moriá. Após 12 anos de pesquisas meticulosa, arqueólogos israelenses conseguiram reconstruir sete partes originais do piso do templo edificado por Herodes, no alto do monte Moriá, que foi destruído no ano 70.

Um verdadeiro “quebra-cabeças” foi montado partir de 600 pedaços de cerâmica encontrados nos escombros do que a administração palestina do Monte do Templo tentou esconder. Há anos os muçulmanos tentam eliminar provas da história judaica no lugar.

De maneira ilegal, toneladas de terra foram escavadas e lançadas fora como aterro, mas os especialistas estão cuidadosamente resgatando moedas, potes e cerâmicas. É o projeto Peneirar o Monte do Templo.

Esses pedaços do piso, que lembram ladrilhos modernos, são parte de um trabalho supervisionado por Gabriel Barkay e Yitzhak Dvira. Eles explicaram ao portal de notícias Ynet que o material reconstruído é “de uma beleza excepcional, e provavelmente foram utilizados nos pórticos, na entrada do acesso ao Templo”. Lembram que o historiador judeu Flávio Josefo descreveu em seus escritos que eles eram coloridos. “Temos aqui pela primeira vez um vislumbre da beleza do lugar”, comemora Barkai.


domingo, 4 de setembro de 2016

Roupa à prova de calor elimina suor e alta temperatura do corpo




O Sol a pino é um convite para passar o dia no clube ou na praia, mas, na correria do dia a dia, ele pode ser um transtorno. O calor causa mal-estar e o suor encharca a roupa, causando ainda mais desconforto. Esse incômodo pode estar perto de acabar graças a uma nova tecnologia desenvolvida por cientistas americanos e chineses. Os investigadores criaram um tecido feito de plástico que consegue proteger da temperatura quente ao mesmo tempo em que expulsa o calor produzido pelo corpo e ajuda o suor a evaporar. O material, chamado de nanoPE, foi apresentado ontem na revista especializada Science e, apesar de ainda precisar ser aprimorado, abre perspectivas reais para a fabricação de uma nova classe de vestimentas.

A vontade de criar um tecido que resfrie o corpo humano é um antigo sonho dos pesquisadores, que começou a tomar forma quando um material de uso comum em laboratórios se mostrou promissor alvo de investigação. “Ocorreu-nos que a matéria-prima do separador das baterias de íons de lítio que usamos todos os dias teria esse potencial. Elas são feitas de polietileno, que não absorve a radiação infravermelha”, explica ao Correio Yi Cui, professor de ciência de materiais e engenharia da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, e um dos autores do estudo.

A não absorção do infravermelho é a principal vantagem do material, uma vez que o corpo humano emite grande parte de seu calor por meio dessa radiação — em forma de uma onda invisível, é ela que torna os organismos visíveis quando observados por meio de óculos de visão noturna. “Entre 40% e 60% do calor do nosso corpo é dissipado na forma de radiação infravermelha quando estamos sentados em um escritório”, esclarece, em um comunicado, Shanhui Fan, professor de engenharia elétrica em Stanford e também criador do nanoPE.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Quem pode e quem não pode tomar vacina da dengue




Vacina contra dengue: esclarecendo dúvidas!

Acaba de ser liberada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no Brasil, uma vacina contra o vírus da dengue, produzida por um importante laboratório francês, o Sanofi Pasteur. O nome da vacina é Dengvaxia.

Há muitas questões para serem respondidas pelos especialistas, como por exemplo: o SUS deve comprar esta vacina e fazer uma campanha de vacinação em massa?

Muitas outras dúvidas entre todos. Vamos esclarecer as mais frequentes.

Quem pode e quem não pode tomar esta vacina?
A vacina está indicada para pessoas entre 9 e 45 anos de idade. Fora desta faixa etária, os estudos demonstram que sua eficácia é baixa e, portanto, não está indicada. Está contraindicada em gestantes e em pessoas com a imunidade comprometida.

Esta vacina garante uma boa proteção contra a dengue?
Este é um dos problemas. Esta vacina tem uma eficácia que não é considerada muito alta. Isso significa que ela garante aproximadamente 65,6% de proteção geral. Para se ter uma ideia, a vacina da febre amarela garante 90% de proteção e a do sarampo garante 98%.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Planeta terá temperaturas muito elevadas em 2015 e 2016





O aquecimento global, associado a fenômenos naturais como El Niño, provocará temperaturas muito elevadas em 2015 e 2016, afirma um relatório publicado nesta segunda-feira pelo serviço meteorológico britânico (Met Office).


"É muito provável que 2014, 2015 e 2016 estejam entre os anos mais quentes já registrados" no planeta, disse Rowan Sutton, professor do Centro Nacional de Ciências Atmosféricas. Sutton acredita ainda que o aquecimento global voltará a se acelerar, após uma década de relativa estabilidade.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Japoneses criam laser capaz de destruir o planeta




Pesquisadores da Universidade de Osaka, no Japão, criaram o laser mais poderoso do mundo. Ainda em fase de experimentação, conseguiram disparar um feixe de 2 petawatts, equivalente a dois quadrilhões de watts.

A máquina responsável por isso tem quase 100 metros de comprimento e chama-se LFEX (abreviação em inglês para Laser de Rápida Ignição).

Essa não é a primeira tentativa de gerar um laser com alto poder de destruição. Recentemente, a Universidade do Texas, nos Estados Unidos, conseguiu emitir um laser de um petawatt.



Para termos de comparação, o LFEX gerou uma energia concentrada cerca de mil vezes maior do que todo o consumo de eletricidade no planeta. Para as próximas etapas do projeto, a ideia é produzir um laser de 10 petawatts, afirmou Junji Kawanaka, professor de engenharia elétrica da Universidade de Osaka.

domingo, 5 de julho de 2015

Fé e ciência andam juntas, diz o cientista Luiz Pianowski




Fé e ciência coexistem e apesar de muitos estudiosos confrontarem as duas áreas, cada vez mais encontramos cientistas cristãos que não negam suas crenças em Deus e nem encontram motivos para desistir da fé.

Entre esses profissionais encontramos o pesquisador e farmacêutico Dr. Luiz Pianowski que acredita que a própria ciência vai mostrando tudo o que Deus fez e faz.

“Gosto muito de uma frase atribuída a Einstein: ‘Cada descoberta nova da ciência é uma porta nova pela qual encontro mais uma vez Deus, o autor dela'”, disse.

Mas assim como outros cientistas cristãos que são ativos em suas áreas, ele nota que há um preconceito velado com aqueles que não deixam a fé e os mais radicais chegam até a criticá-los.

Conviver com esses diferentes é possível, assim como realizar um trabalho científico que pode mudar a medicina como tem feito o Dr. Pianowski que trabalha no Laboratório Kyolab. Atualmente a equipe de brasileiros tem trabalhado em um medicamento que pode ajudar na curar a Aids.

Confira a entrevista exclusiva dada pelo farmacêutico:

O debate entre cientistas e religiosos muitas vezes são opostos, por outro lado vemos cada vez mais estudiosos se posicionando como cristãos. É possível fazer com que a ciência e a religião coexistam?



Dr. Luiz Pianowski: No meu entender elas já andam juntas. O que acontece é que temos muitos cientistas cristãos que temem se declararem. Eu entendo que a questão não é fazer com que eles coexistam e sim, deixar que a própria ciência vá mostrando tudo o que Deus fez e faz de uma maneira ou outra. Gosto muito de uma frase atribuída a Einstein: “Cada descoberta nova da ciência é uma porta nova pela qual encontro mais uma vez Deus, o autor dela”.

sábado, 4 de julho de 2015

Fósseis de dinossauro encontrados em canteiro de obras são apresentados em Uberaba




Pelo menos 20 fósseis parcialmente articulados, encontrados durante escavações em um canteiro de obras, foram apresentados na tarde desta quinta-feira em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Segundo pesquisadores da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), tudo indica que o achado – ainda preso a rochas sedimentares – seja um dinossauro da família dos Titanossauros, espécie que viveu há entre 80 e 66 milhões de anos.

A descoberta dos fragmentos ocorreu em fevereiro durante a terraplanagem de um terreno no Bairro São Bento, onde serão construídos edifícios de um condomínio residencial. Segundo o proprietário da Quanta Empreendimentos Imobiliários, Tiago Pantaleão, a empresa foi alertada por paleontólogos no início da obra sobre o potencial geológico da região e decidiram estabelecer uma parceria com os pesquisadores para explorar a área com cautela.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Cientistas acham fonte de "cachoeira de sangue" na Antártida




Os Vales Secos de McMurdo são considerados os mais secos e frios de todo o mundo, formando o mais extremo deserto do mundo. A paisagem é tão inóspita que é frequentemente considerada “o ambiente terrestre mais próximo ao de Marte”. Agora, cientistas descobriram algo extraordinário: há lagos subterrâneos onde há vida - e parte dela são bactérias responsáveis pela formação das chamadas "cachoeiras de sangue". As informações são do IFL Science.
Foto: IFL Science / Reprodução

Segundo a publicação, os vales formam a maior área de terra livre de gelo no continente antártico, com neve sendo carregada para longe pelos ventos que atingem a região em velocidades de até 200 km/h. Todos os ventos causam a dispersão de pequenos lagos, geleiras e restos mumificados de focas, algumas das quais têm milhares de anos. Abaixo do solo congelado, no entanto, as coisas parecem um pouco diferente, segundo a descoberta que foi publicada pela Nature Communications: há mais vida ativa sob o gelo e pedras que a maioria das pessoas acreditava.




Escorrendo na geleira há “cachoeiras de sangue” que, na verdade, são formadas por ferro concentrado. Uma bactéria que causaria tais cachoeiras foi encontrada em 2009 e, agora, os cientistas parecem ter encontrado sua fonte, já que podem fazer parte de um sistema subterrâneo muito maior de lagos e aquíferos hiper salgados.Fonte: Terra

Asteroide 'enviado por Deus' destruirá a Terra em setembro, dizem teóricos bíblicos




Religiosos e cientistas entraram em conflito por conta de — mais uma — teoria do fim do mundo. O primeiro grupo acredita que, entre 22 e 28 de setembro deste ano, a Terra será destruída por um asteroide como forma de “castigo divino”. Especialistas da Nasa, porém, desmentem a teoria.



De acordo com os teóricos bíblicos, haverá no período citado um evento que “marcará o início de sete anos de angústias para o ser humano”. O asteroide seria o início desse evento, dizimando de uma vez boa parte da raça humana — os descrentes, no caso.

A questão, porém, é que a Nasa afirma ter sistemas de detecção de asteroides completamente modernos e de alta capacidade. A agência espacial dos Estados Unidos, inclusive, afirma que “em centenas de anos não existem objetos tão grandes chegando próximos à Terra”.

Há ainda o fato de que asteroides, quando entram em contato com nossa atmosfera, costumam ser destruídos por conta do forte aquecimento. Ou seja, ele teria que ser extremamente agressivo para seguir a teoria à risca. Os religiosos, porém, não desistem e se preparam para o pior no final de setembro.Fonte: Yahoo

Descoberta nova espécie de dinossauro com chifres




Paleontólogos descobriram no Canadá um exemplar de uma nova espécie de dinossauro com chifres, que remonta a 65 milhões de anos.

Este dinossauro herbívoro foi batizado de Regaliceratops peterhewsi, em referência a seu folho enorme em forma de colarinho atrás da cabeça, e pelo nome de seu descobridor (Peter Hew).

Mas os cientistas já apelidaram o novo dinossauro de "Hellboy", nome do personagem dos quadrinhos que tem chifres.

O achado foi publicado na última edição da revista Current Biology.

O crânio praticamente intacto do novo dinossauro foi descoberto há uma década, em um barranco junto ao rio Oldman, na província de Alberta, no Canadá.

domingo, 19 de abril de 2015

Homem mais paciente do mundo caminha com sua tartaruga gigante, todos os dias, pelas ruas de Tóquio




Moradores de Tóquio relataram, recentemente, um feito nada comum nas ruas da cidade.
O fato foi descrito como a maior prova de paciência do mundo: um idoso é visto, regularmente, passeando com sua enorme tartaruga de estimação pelas ruas.

A provável tartaruga-de-esporas-africana, caminha lentamente ao lado de seu dono, que não parece nem um pouco preocupado em andar rápido.

A tartaruga, de nome científicoGeochelone sulcata, é oriunda do continente africano, mas o processo de urbanização de seu habitat fez com que a grande maioria dos espécimes exista apenas em reservas de proteção ambiental. Em processo de extinção, ela é comum no comércio de animais de estimação - principalmente na América e Ásia -, e sua carne também é utilizada em algumas culinárias locais.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Estudo realizado com tecnologia 4D alerta para os perigos do fumo durante a gravidez




Um novo estudo realizado na Inglaterra jogou mais luz nos efeitos nocivos do fumo durante a gravidez. Utilizando tecnologia de ultrassom 4D, a médica Nadja Reissland conseguiu detectar pequenos movimentos do feto dentro do útero da mulher.

A pesquisa, que busca conscientizar sobre os perigos do fumo durante a gestação, estudou 20 mulheres, sendo quatro fumantes. Os fetos foram estudados durante os períodos de 24, 28, 32 e 36 semanas.

O estudo mostrou que os filhos das fumantes tocaram as faces com mais frequencia do que os das não-fumantes. Os resultados obtidos pela Dra. Reissland indicam que o fumo interfere no desenvolvimento do sistema nervoso central dos bebês.

Autoridades lutam para salvar "bebês de incesto" no Quênia




Embrulhado num cobertor e refestelado no colo de uma assistente social em um orfanato de Bungoma, no Quênia, o "bebê X" dorme tranquilamente.


Como o nome sugere, este não é um bebê comum. Com apenas um mês de vida, "X" é o fruto de uma relação incestuosa.

Assim como muitos outros bebês no Orfanato Kanduyi, 400 km ao oeste da capital queniana, Nairobi, "X" teve que ser resgatado antes de ser morto por sua própria família.

Dois dias após seu nascimento, a polícia, depois de receber uma denúncia anônima, invadiu a casa e retirou o bebê, salvando-o de uma sentença de morte preferida por líderes locais da comunidade Bukusu de Bungoma.

Há outros como ele no Kanduyi - e não apenas bebês, mas até jovens de 18 anos.
Bebês tabu

Assim como em boa parte do mundo, o incesto no Quênia não apenas é um tabu como ilegal. A pena prevista para práticas incestuosas é de cinco anos de prisão - caso envolva sexo com menor de idade, pode levar a prisão perpétua.

Mas por séculos a punição tradicional em muitas comunidades quenianas tem sido a morte. Não a dos pais, mas a dos bebês nascidos de uniões proibidas.

A tribo Busuku, por exemplo, chama essas crianças de "be luswa", ou "bebês-tabu". Eles são considerados amaldiçoados e as comunidades temem que possam trazer "pragas" para as famílias, incluindo impotência sexual.

"Sempre que recebemos informações de que nasceu um bebê-tabu, temos que correr para salvá-los antes de chegarmos aos locais e sermos informados de que o bebê morreu", explica Alice Kimotho, a assistente social que chefia o Orfanato Kanduyi.

quinta-feira, 19 de março de 2015

Trabalhadores indonésios flagram criatura bizarra em plantação - Veja Vídeo

Trabalhadores indonésios se depararam com uma criatura bizarra que rastejava em uma plantação em Sarawak, na ilha de Bornéu. Na gravação, a criatura sem pelos aparece se arrastando lentamente. “Nós ficamos chocados. Nenhum de nós jamais tinha visto tal coisa”, afirmou um dos trabalhadores.



.




Veja Vídeo e Comente:

terça-feira, 17 de março de 2015

Por que a Lua está se afastando da Terra?






Você certamente não percebeu, mas a Lua está se afastando de nós.

O satélite da Terra está atualmente 18 vezes mais longe do que quando se formou, há 4,5 bilhões de anos.

Sem a Lua, nosso planeta seria irreconhecível. Os oceanos quase não teriam marés, os dias teriam outra duração e nós poderíamos não estar aqui, de acordo com alguns cientistas que acreditam que a Lua foi fundamental para o início da vida em nosso planeta.

Mas como esse afastamento nos afeta e com que rapidez ele está ocorrendo?

Distância exata

A Lua, como explica à BBC a pesquisadora Margaret Ebunoluwa Aderin-Pocock, do Departamento de Ciência e Tecnologia do University College de Londres, está se afastando da Terra a uma velocidade de 3,78 centímetros por ano.

E graças ao pouso na lua da missão Apollo, da Nasa, entre 1969 e 1972, podemos medir essa distância com incrível precisão.

Em três das missões, os astronautas deixaram no satélite unidades retrorefletoras cheias de pequenos espelhos.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Há nascentes de água quente em Encélado, e elas podem abrigar vida




Parece que a lua gelada de Saturno Encélado tem um sistema hidrotérmico ativo, que está aquecendo um oceano no pólo sul, os cientistas descobriram.

No ano passado, os cientistas descobriram que Encélado tem um vasto oceano subterrâneo em seu pólo sul. Ele parece estar debaixo de uma camada de 30 ou de 40 quilômetros de gelo, e tem em si quase 10 km de profundidade. Na época, não parecia haver muitos indícios de atividade hidrotermal ligada ao oceano, mas pesquisadores do Laboratório para Física Atmosférica e Espacial da Universidade do Colorado, nos EUA, conseguiram encontrar algumas na forma de pequenos, mas significativos fragmentos de minerais.

E quando dizemos pequenos, queremos dizer realmente pequenos. Descobertos pela sonda Cassini, esses grãos tem apenas 2-8 nanômetros de raio, o que os torna não muito maiores do que um fio de cabelo. Mas eles podem nos dizer muito. Consistindo principalmente de sílica, assim como as partículas de areia e quartzo aqui na terra, acredita-se que eles são o resultado direto de processos hidrotermais, “os resquícios de água salgada evaporada a partir de gêiseres longínquos”, diz William Herkewitz, um dos autores do estudo.

quarta-feira, 11 de março de 2015

CHIP 666 já está sendo implantado no Brasil - Veja Vídeo




Que todo mundo já sabia da existência dos chips subcutâneos é normal, mas que eles já estão sendo usados livremente no Brasil é novidade!
Note que essa ‘versão’ do chip pode ser implantanda em qualquer parte do corpo, e muitas pessoas estão usando como rastreadores pessoais, uma forma de segurança. O entrevistado comenta que no futuro o CHIP será usado inclusive para comprar comida, pois todos os dados ficarão armazenados na minuscula invenção, nome, endereço, árvore genealógica e dinheiro no banco também.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Cientistas descobrem buraco negro tão grande que desafia atuais teorias sobre crescimento destes objetos




Um buraco negro gigantesco descoberto nas profundezas do Universo está intrigando os cientistas. Com massa estimada em 12 bilhões de vezes a do Sol, ele alimenta um quasar - os mais “brilhantes” objetos do céu, na verdade resultado da radiação liberada por buracos negros supermaciços como este enquanto consomem o material ao seu redor no centro de galáxias distantes – localizado a 12,8 bilhões de anos-luz da Terra, o que significa que vemos como estava apenas 900 milhões de anos após o Big Bang, a grande explosão que se acredita ter dado origem ao nosso Universo, há cerca de 13,7 bilhões de anos. Isso faz com que ele seja grande demais para as atuais teorias sobre como estes objetos crescem, já que de acordo com elas não poderia ter acumulado tanta massa em tão pouco tempo. A título de comparação, o buraco negro no centro da Via Láctea, a nossa galáxia, é 4 mil vezes menor, com massa de cerca de 3 milhões de vezes a do Sol.